Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Willian e Renato Augusto ficam na academia e Corinthians pode poupar time no ABC

Com um time titular de alta média de idade (quase 30 anos), Sylvinho sabe que deve ter cuidados especiais com os mais experientes nesta largada de temporada

Redação, Estadão Conteúdo

27 de janeiro de 2022 | 16h47

O Corinthians fez o primeiro trabalho no campo para o compromisso com o Santo André nesta quinta-feira. Depois de iniciar o Paulistão com 0 a 0 contra a Ferroviária, em casa, a ordem é se redimir no ABC, domingo, às 18h30. Mas, para o embate, Sylvinho acena com mudanças na equipe. Willian e Renato Augusto ficaram apenas na academia do CT do Parque Ecológico e surgem como possíveis baixas. Fagner, Gil e Giuliano farão exames para testar o nível de desgaste após acusarem extremo cansaço após a estreia.

Com um time titular de alta média de idade (quase 30 anos), Sylvinho sabe que deve ter cuidados especiais com os mais experientes nesta largada de temporada. Renato Augusto já vinha recebendo atenção diferenciada após os jogos desde 2021 e mais uma vez fez trabalho de reforço muscular. Ganhou a companhia de Willian, que foi substituído na Neo Química Arena também extenuado.

Como o Corinthians faz o clássico com o Santos na quarta-feira, a ideia é ter o time titular todo à disposição para o primeiro jogo grande do ano. Sobraria para a "molecada" defender o time em Santo André. "Um jogo muito importante e a preparação vem sendo boa. Todos focados no jogo com o Santo André", afirmou o lateral-esquerdo Lucas Piton.

O jovem é uma das novidades do Corinthians para 2022. O prata da casa ganhou a posição de titular do experiente Fábio Santos e está na lista dos jogadores que devem ter sequência maior. Com Cantillo na seleção colombiana, Du Queiroz também ganhará mais tempo em campo. Gustavo Mosquito, Gabriel Pereira e até Robson Bambu estão na expectativa de ganhar chance desde o início no ABC.

Fagner, Gil e Giuliano foram ao gramado nesta quinta-feira, em trabalho de aquecimento e de posse de bola em campo reduzido. Depois ganharam descanso e foram liberados da parte final das atividades, focada em bolas paradas ofensivas e também defensivas. Paulinho trabalhou o tempo integral.

Como entrou apenas aos 15 minutos do segundo tempo diante da Ferroviária, Paulinho tende a ganhar mais alguns minutos de jogo contra o Santo André. Sylvinho vai definir entre sexta-feira e sábado se por um tempo desde o começo ou após o intervalo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.