Cesar Greco/Ag Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras

Willian minimiza eliminação do Palmeiras: 'Temos mais duas competições ainda'

Inter eliminou o time de Felipão nos pênaltis e enfrentará o Cruzeiro nas semifinais da Copa do Brasil

João Prata, O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2019 | 00h27

Os jogadores do Palmeiras desceram rapidamente para o vestiário e evitaram dar declarações na saída do gramado após a eliminação na Copa do Brasil. Logo após a derrota nos pênaltis, os atletas correram para consolar Moisés, que acertou a cobrança no travessão, houve um princípio de confusão com os jogadores do Inter, mas logo foi apartada.

Willian falou rapidamente sobre a partida e tentou minimizar a eliminação. "No pênalti tudo pode acontecer. Se perde, perde todo mundo, tem muito campeonato pela frente, mais duas competições ainda", comentou.

O atacante entrou no segundo tempo na vaga de Zé Rafael, quando a partida já estava 1 a 0 para o adversário. Ainda sem ritmo de jogo, errou passes simples, como na tentativa de dar um toque de calcanhar. O vacilo acabou com um contra-ataque do Palmeiras. 

Luan e Dudu deixaram o campo sem muitas palavras. Questionados sobre as reclamações de Guerrero, que disse que, assim como no jogo de ida a arbitragem beneficiou o Palmeiras, os dois tentaram se esquivar. "Não estou aqui para falar das declarações do Guerrero", disse Luan. "Se ele pensa isso, que guarde pra ele", comentou Dudu. 

Guerrero saiu de campo indignado pela anulação do gol do Internacional nos acréscimos da partida. Victor Cuesta mandou de cabeça para as redes. O árbitro, inicialmente, validou o gol, que daria a classificação ao colorado no tempo regulamentar. Mas depois, com auxílio do VAR, anulou e o jogo foi para os pênaltis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.