Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Willian minimiza maratona do Palmeiras e garante que time não vai priorizar competições

Após completar 200 jogos pelo clube, atacante afirma que equipe tem condições de suportar a sequência de jogos

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2020 | 18h40

O atacante Willian, do Palmeiras, afirmou nesta sexta-feira que apesar da agenda lotada de jogos do time, o elenco não pensa em descansar ou passar por algum rodízio. Após completar na última terça-feira diante do Libertad, no Paraguai, a partida de número 200 pelo clube, o jogador explicou que nenhum dos colegas tem reclamado da agenda lotada de treinos, viagens e compromissos.

Desde agosto o Palmeiras não tem uma semana livre para treinar. Nos últimos quatro meses o time entrou em campo no mínimo duas vezes por semana e encarou essa sequência sem nem poder mudar tanto as escalações. A equipe chegou a ter 22 jogadores por covid-19. Por isso, alguns atletas tiveram de atuar no sacrifício e o time algumas vezes contou com atletas da base.

"Ninguém quer ficar de fora. Por essa loucura, esse surto no futebol também, acabou que praticamente todos do grupo pegaram", disse Willian, que foi um dos infectados, mas não teve sintomas graves. "Tem sido um ano atípico e difícil para muita gente em todos os aspectos. Temos de ressaltar todo esse cuidado, preparação e prevenção que o clube teve", afirmou o jogador.

O Palmeiras enfrenta o Bahia neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, na próxima terça-feira encara o Libertad, pela Libertadores, e ainda neste mês decide contra o América-MG uma vaga na final da Copa do Brasil. Entre tantos compromissos, os jogadores mal vão poder folgar nas festas de fim de ano. Para Willian, o importante agora é o time não é escolher qual competição priorizar.

"Não priorizaremos nenhuma competição, temos de nos doar ao máximo sempre, assim como estamos fazendo todos os jogos. Neste período de reta final das competições, temos de manter esta crescente para que possamos conquistar os nossos objetivos”, disse o atacante de 34 anos. Willian está no clube desde 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.