Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Willian promete comemoração se marcar contra o Corinthians, seu ex-clube

Atacante fez o primeiro gol com a camisa do Palmeiras na goleada sobre o Linense

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2017 | 18h15

O atacante Willian já está percebendo a pressão que existe sobre o Palmeiras após o título brasileiro e as contratações que a equipe fez nesta temporada. Antes da goleada sobre o Linense, por 4 a 0, a equipe havia sido vaiada dentro do Allianz Parque. "A expectativa em cima do Palmeiras é muito grande, por ser o campeão brasileiro, pelo elenco que se formou. Todo início é difícil po causa da troca de treinador e chegada de novos companheiros. Temos tudo para fazer um belo ano", afirmou o atacante em entrevista coletiva na Academia de Futebol na tarde desta segunda-feira.

O primeiro clássico do ano, quarta-feira diante do Corinthians, na Arena Corinthians, será o grande teste da temporada. Willian ressalta a competitividade dos clássicos, mas acredita que o Palmeiras tem condições de manter o tabu de dois anos sem perder para o rival, seu ex-clube. Se marcar um gol, Willian promete comemorá-lo.

"Claro (vai comemorar se fizer gol), e muito. Meu ganha pão vem do Palmeiras, minha família hoje é o Palmeiras. Como você falou, é o respeito sem menosprezar, sem provocar. Se tiver a oportunidade de fazer gol, vencer, tem de comemorar. Que este gol possa acontecer, mas o principal é a vitória. Que a gente possa mostrar um bom futebol na quarta", disse o atacante, que campeão brasileiro (2011) e da Libertadores (2012) pelo Corinthians. 

Willian chega em alta ao clássico. No domingo, ele marcou seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras. "Ontem foi muito especial ter feito o gol com a camisa do Palmeiras, meu pai estava presente no estádio, isso nos emociona bastante", diz o palmeirense.

No treino desta segunda-feira, o primeiro após a vitória por 4 a 0 sobre o Linense, apenas os atletas que não atuaram foram ao gramado para treinar com bola, com exceção do goleiro Fernando Prass. O meia Tchê Tchê, com uma proteção no ombro, e o volante Arouca estão avançando na recuperação e treinaram na caixa de areia.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.