Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Willian rejeita rótulo de reserva no Palmeiras: 'Eu me sinto titular'

Atacante afirma que pela quantidade de jogos como titular pelo clube, têm importância para o elenco

O Estado de S. Paulo

22 de maio de 2018 | 17h40

O atacante Willian, do Palmeiras, afirmou nesta terça-feira não se sentir no papel de suplente do time. Possível substituto de Borja para o jogo desta quarta-feira contra o América-MG, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o jogador disse em entrevista coletiva que pelos números que tem no clube, é uma peça importante do elenco, independentemente de começar entre os 11 ou não.

+ Clube encaminha venda de Tchê Tchê para a Ucrânia

+ Tabela da Copa do Brasil 2018

"Tenho 82 jogos como atleta do clube e 62 como titular, tem de valorizar isso aí. Eu me sinto titular e importante, daqui a pouco tento compartilhar com outro companheiro que não está jogando. Tem de respeitar o momento que a gente está no banco", afirmou o jogador. Willian deve herdar a vaga de Borja para atuar como centroavante na partida desta quarta, no Allianz Parque.

O colombiano Borja se apresentou à seleção do seu país para se preparar para a Copa do Mundo e será desfalque nos próximos compromissos. Quando vira ausência, o substituto dele costuma ser Willian, jogador que no último sábado ganhou espaço no time titular na vaga de outro colega. Dudu estava suspenso e não pode atuar na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro.

Willian afirmou que por ser um jogador regular, sempre acaba acionado para entrar no time. "Sempre tenho o máximo de respeito com as decisões do treinador. Graças a Deus, sempre tive um histórico vencedor, de estar me cuidando para ter um bom rendimento dentro de campo. Tenho uma porcentagem alta atuando como titular, o que acaba valorizando o trabalho", afirmou.

A equipe palmeirense encerrou a preparação para o jogo com um treino fechado na Academia de Futebol. Por ter vencido o confronto de ida, em Belo Horizonte, por 2 a 1, o time do técnico Roger Machado precisa de um empate para garantir classificação para as quartas de final.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasWillianCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.