Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Cesar Grecio/Ag. Palmeiras
Cesar Grecio/Ag. Palmeiras

Willian deve ser o substituto de Borja com a camisa 9 do Palmeiras

Colombiano vai disputar amistosos com sua seleção; as outras opções do treinador são Papagaio e Fernando

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2018 | 17h08

Autor de um dos gols da vitória do Palmeiras por 3 a 0 sobre o Novorizontino, o atacante Willian é o favorito para ocupar a vaga de Borja, que está com a seleção da Colômbia e vai desfalcar a equipe no jogo diante do Novorizontino, quarta-feira. As outras opções para atuar como camisa 9 são os garotos Papagaio e Fernando; Guerra também já atuou como referência no Campeonato Paulista. Se Willian for confirmado como referência, Keno deverá jogar pelos lados. 

+ Roger não quer acomodação após vitória por 3 a 0 

Willian a qualidade das opções disponíveis para o técnico Roger Machado. "Eles (os garotos) estão trabalhando e, às vezes, você não escolhe jogo no futebol. O que nos dá segurança é o que eles estão fazendo. Se ele sentir, independentemente de ser decisão, ele vai colocar. Ficamos tranquilos quanto a isso. Ele sabe também que pode contar comigo nessa posição, o que ele decidir a gente vai ficar tranquilo. Está todo mundo preparado para fazer o melhor",  disse o atacante em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, na Academia de Futebol.

Willian se colocou à disposição para fazer a função de camisa 9. "O Roger sabe que faço essa função. Mas ele é o treinador, sabe que pode contar comigo também. Ele que vai decidir. Importante é aproveitar as oportunidades. Estou muito feliz pelos lados. A decisão que ele tomar será a melhor". 

O Palmeiras tem o melhor do Campeonato Paulista, com 22 gols marcados. Borja é o artilheiro com seis, enquanto Willian tem dois gols na temporada. "Desempenho é muito positivo. O Roger esperava, na parte ofensiva, ter esse papel. Ele trabalha muito com números, e está sendo especial para a equipe. A gente fica feliz. Além disso, estar fazendo os gols, com ataque bem positivo. Precisamos sempre manter assim", afirmou. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.