Willians garante estar recuperado e pronto para reforçar o Cruzeiro

O volante Willians treinou normalmente nesta terça-feira e deverá ser um dos reforços do Cruzeiro para o duelo diante do Tombense, domingo, pelo Campeonato Mineiro. Ele se recuperou recentemente de uma lesão na coxa que o afastou das últimas partidas, mas garantiu estar 100% fisicamente e pronto para voltar a atuar.

Estadão Conteúdo

31 Março 2015 | 20h57

"Tive uma parada muito cansativa de 20 dias. Eu sou um jogador que não gosto de ficar e sempre estava prestando atenção nos meus companheiros jogando. Fiquei muito feliz de treinar, voltar a bater na bola. Se o professor precisar de mim nesta semana, no domingo, vou estar 100% para poder ajudar a equipe. Quando me machuquei, não senti dor, mas temos excelentes médicos, que avaliam muito bem. Foi uma lesão de grau 2, achei melhor parar para não agravar", disse.

A empolgação para o retorno é tanta, que o jogador não quer nem saber de ser poupado no Mineiro para estar melhor fisicamente para a Libertadores. "Ou vai ou racha. São dois campeonatos difíceis. É a primeira vez que estou jogando o Campeonato Mineiro, agora que a gente chegou não pode parar. Temos que ir focado nesta semana, porque tem jogo no domingo e Libertadores na quarta-feira seguinte", lembrou, já mirando o duelo diante do Mineros quarta que vem, no Mineirão.

Mas Willians não será o único reforço cruzeirense. Também recuperado de lesão, o atacante Willian está de volta, assim como o lateral Mena e os meias De Arrascaeta e Alisson, que defendiam suas respectivas seleções. Alisson, aliás, falou sobre a expectativa de manter a boa fase no Cruzeiro para continuar sendo lembrado para a seleção brasileira olímpica.

"A meta é fazer um belo trabalho no Cruzeiro e aproveitar as oportunidades na seleção. Lá você acaba aprendendo um pouco mais também, convive com jogadores que atuam na Europa, aprende coisas novas. Agora tenho que assimilar tudo isso para ajudar o Cruzeiro e, quem sabe, ser lembrado outras vezes pelo professor Alexandre Gallo", comentou.

Mais conteúdo sobre:
futebol Cruzeiro Willians Alisson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.