Wilmots será auxiliar de Advocaat na seleção belga

O ex-jogador Marc Wilmots aceitou a proposta para se tornar assistente de Dick Advocaat, novo técnico da seleção belga. Wilmots, que ajudou a equipe a se classificar para a segunda fase da Copa do Mundo de 2002, quando foi eliminada pelo Brasil, tem experiência limitada como técnico, mas é uma aposta para equilibrar a mistura de línguas no grupo.

AE, Agencia Estado

28 de setembro de 2009 | 15h31

O holandês Advocaat não fala francês, enquanto Wilmots tem origem na parte da Bélgica que tem o francês como língua predominante, além de dominar o holandês. Tradicionalmente, os jogadores da equipe se pronunciam nas duas línguas.

Wilmots foi regularmente titular da seleção belga. Ele participou de 70 partidas e marcou 28 gols, sendo os três últimos na Copa do Mundo de 2002. Em clubes, sua principal conquista foi a Copa da Uefa de 1997, pelo Schalke 04, da Alemanha.

Na Bélgica, Wilmots terá o desafio de recuperar a seleção, que está apenas na 68.ª colocação no ranking da Fifa. Além disso, a equipe já está eliminada das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBélgicaMarc Wilmots

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.