Reprodução
Reprodução

Wolfsburg dará 1.200 ingressos a refugiados para Liga dos Campeões

Crise migratória na Europa gerou outra ação de um clube de futebol

Estadão Conteúdo

11 de setembro de 2015 | 12h12

A crise migratória na Europa gerou mais uma ação de um clube de futebol no continente. Nesta sexta-feira, o Wolfsburg anunciou que distribuirá 1.200 ingressos a refugiados que moram na cidade para a estreia da equipe na Liga dos Campeões, diante do CSKA Moscou, na próxima terça-feira.

Em seu site oficial, o clube explicou que com o gesto espera "oferecer a eles uma boa tarde com o mais alto nível do futebol internacional". Além disso, anunciou que doará "um euro de cada ingresso vendido a projetos para ajudar os refugiados da região".

Esta não é a primeira vez que o Wolfsburg se mobiliza para ajudar os refugiados. O clube tem convidado 800 migrantes para cada uma de suas partidas em casa no Campeonato Alemão, organizou sessões de treino com pessoas que precisaram deixar seus países e convidou as crianças para entrar em campo com os jogadores no último jogo da temporada passada.

O próprio clube, no entanto, admitiu que a mais nova iniciativa foi influenciada pelo chamado do Porto, que prometeu doar aos refugiados um euro de cada ingresso da partida contra o Chelsea, pela Liga dos Campeões, e pediu que as outras equipes do continente também agissem em prol dos imigrantes.

A Europa tem recebido milhares de imigrantes nos últimos meses. A entrada dos refugiados - a grande maioria de forma ilegal - tem causado comoção e também polêmica, por dividir opiniões e até gerar atritos entre as autoridades dos principais países do continente. A Alemanha é um dos locais que mais vem recebendo estas pessoas que fogem da guerra e da pobreza no Oriente Médio e na África.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.