Wortmann troca Paysandu pelo Goiás

O Paysandu, que correu sério risco de rebaixamento neste ano, já começou a mudar para 2004. O técnico Ivo Wortmann deixou o clube nesta segunda-feira, e tudo indica que seu destino será o Goiás. No time paraense, Ivo ganhava R$ 35 mil mensais, e em Goiânia deverá ganhar o dobro. O Goiás anunciará a acerto amanhã, segundo seu diretor de futebol, Pedro Goulart. Para substituir o técnico que sai, o Paysandu está negociando com Givanildo Oliveira e Hélio dos Anjos. Um deles será contratado para 2004. Os problemas internos na relação entre os jogadores e a queda de produção do time nos últimos jogos fizeram a diretoria do Paysandu tomar uma decisão: haverá reformulação no elenco, com dispensas dos que fizeram má campanha, venda dos que se destacaram, como Vélber, Magnum, Sandro e Vanderson, além da contratação de reforços para a campanha de 2004. O presidente Arthur Tourinho anunciou que o atacante Robson poderá voltar à Curuzu depois da fracassada atuação no Oita Trinita, do Japão. Outro atacante na mira do Paysandu é Kuki, do Náutico. Pelo menos dois bons volantes serão contratados para substituir Sandro e Vanderson, mas os nomes não foram revelados por Tourinho. Alguns conselheiros do Paysandu vão aproveitar a maré de mudanças no clube e exigir de Tourinho a prestação de contas, o que o presidente não faz desde quando assumiu o cargo, há três anos. Os conselheiros querem saber onde foram aplicados os mais de R$ 4 milhões líquidos que o clube arrecadou com sua participação na Libertadores da América.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.