Xabi Alonso anuncia aposentadoria da seleção espanhola

Volante, considerado um dos ícones da geração que conquistou uma Copa do Mundo e duas Eurocopas, se retirou da equipe aos 32 anos

Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2014 | 15h32

O volante Xabi Alonso, atualmente no Real Madrid, anunciou nesta quarta-feira, que não vai mais defender a seleção da Espanha, levando a equipe a perder um dos seus principais jogadores nos últimos anos, em que conquistou dois títulos da Eurocopa, em 2008 e 2012, e um da Copa do Mundo, em 2010.

Xabi Alonso, de 32 anos, comunicou a sua decisão através de uma mensagem no seu perfil no Twitter - rede de microblogs na internet. "Quero comunicar que hoje dou por encerrada minha etapa na seleção. Obrigado a todos", escreveu o volante, encerando um período de 11 anos em que vestiu a camisa da Espanha.

No tempo em que defendeu a seleção espanhola, Xabi Alonso disputou 114 partidas e marcou 16 gols. O volante foi titular em todas as partidas da Copa de 2010, em que a Espanha foi campeã mundial pela primeira vez, além de ter sido figura importante nos títulos das duas últimas edições da Eurocopa.

Neste ano, Xabi Alonso também fez parte do elenco da Espanha que fracassou na Copa do Mundo do Brasil, sendo eliminada ainda na fase de grupos. Agora, ele decide não mais defender a seleção espanhola, seguindo os passos do também meio-campista Xavi Hernández, outro jogador importante da equipe e atualmente no Barcelona, que também anunciou a sua decisão de não vestir mais a camisa da Espanha.

Assim, a partir de agora, Xabi Alonso focará a sua carreira apenas no Real Madrid, clube que defende desde 2009 e com o qual tem contrato válido por mais duas temporadas, até 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.