Xabi Alonso deixa Real e assina com Bayern de Munique por dois anos

Volante chega para preencher a lacuna aberta por Javi Martinez, que sofreu uma lesão no joelho na final da Supercopa da Alemanha

Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2014 | 09h28

O Bayern de Munique oficializou nesta sexta-feira a contratação do volante Xabi Alonso, do Real Madrid. Os dois clubes anunciaram que chegaram a um acordo para a transferência do jogador, que assinou um contrato de dois anos com a equipe alemã. Na última quinta, a negociação já estava bem avançada e agora foi sacramentada no dia seguinte. Os valores da contratação não foram reveladas pelas partes.

O atleta de 32 anos, que na última quarta-feira também anunciou a sua aposentadoria da seleção espanhola, assim percorreu caminho inverso ao de Toni Kroos, meio-campista que deixou o Bayern para jogar pelo Real após ter ajudado a Alemanha a conquistar o título da Copa do Mundo de 2014.

Xabi Alonso chega a Munique para preencher a lacuna aberta também pelo volante espanhol Javi Martinez, que sofreu grave lesão no joelho na final da Supercopa da Alemanha, diante do Borussia Dortmund, e terá de ficar seis meses afastado dos gramados.

Agora oficializado como reforço do Bayern, Xabi Alonso concedeu entrevista coletiva nesta sexta, em Madri, onde agradeceu aos torcedores do Real e ao clube pelos cinco anos vividos com a camisa que ele vinha defendendo desde 2009. "Desde o primeiro dia me fizeram me sentir em casa e me deram todo o respeito e carinho que um jogador necessita. Deixo de ser parte deste time, mas nunca vou deixar de fazer parte da família madridista", ressaltou.

O jogador também revelou que não foi fácil deixar o Real, clube pelo qual conquistou na temporada passada o título da Liga dos Campeões, além de ter atingido outros feitos. "Foram cinco anos maravilhosos. É um dia triste por uma parte, pois fecho uma etapa maravilhosa, que aproveitei muito. Agora começa uma nova etapa para mim. Foi a decisão mais complicada da minha vida, sair do (Real) Madrid nunca é fácil. Pensei bem e queria ser honesto comigo mesmo e com o Real Madrid. É preciso saber quando dizer adeus, e creio que este era o melhor momento", enfatizou.

Comandado por Pepe Guardiola, o Bayern passa a contar agora com cinco jogadores espanhóis em seu elenco. Os outros são Javi Martinez, Thiago Alcantara, Pepe Reina e Juan Bernat. Entre eles, Thiago é outro meio-campista que se recupera de lesão e não deve jogar antes de outubro. Para completar, Bastian Schweinsteiger estará fora por várias semanas em razão de uma lesão no joelho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.