EFE
EFE

Xabi Alonso ironiza estilo de jogo do Barcelona

'Nosso objetivo está claro, buscar a área do adversário', disse o jogador

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2013 | 16h32

MADRI - A classificação do Real Madrid para a decisão da Copa do Rei com uma expressiva vitória por 3 a 1 sobre o Barcelona, na última quarta-feira, aumentou a moral do elenco, que já não é tão cuidadoso ao fazer comentários sobre o rival. O último jogador a provocar o time catalão foi o volante Xabi Alonso, que ironizou o estilo de jogo do oponente.

Em entrevista à Uefa, Alonso exaltou o comportamento do Real Madrid em campo e os jogadores do seu setor ofensivo. Para isso, criticou o "tiqui-taca", estilo de jogo utilizado pelo Barcelona, com insistente troca de passes, sem pressa para alcançar a meta adversária. "Não jogamos o tiqui-taca. Nosso objetivo está claro, buscar a área do adversário", disse. "No ataque, temos jogadores que superam os que havia nos meus outros clubes. Nossos atacantes podem criar chances de gol a qualquer momento".

O Real Madrid eliminou o rival na Copa do Rei, mas tem chances remotas de conquistar o título do Campeonato Espanhol, em que ocupa a terceira colocação, com 52 pontos, enquanto o Barcelona é o líder, com 68. De qualquer forma, as duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado, no Santiago Bernabéu, pela competição.

Após o clássico, o Real Madrid vai concentrar as suas atenções na Liga dos Campeões da Europa. Após empate por 1 a 1 no Santiago Bernabéu, o time vai enfrentar o Manchester United na próxima terça-feira no Old Trafford, pelas oitavas de final. Maior vencedor do torneio, com nove conquistas, o time não é campeão desde a temporada 2001/2002.

Assim, Alonso admite que voltar a ser campeão é um objetivo, mas garante que isso não é uma obsessão do Real. "Do ponto de vista dos torcedores e pela história de ambos os clubes, Manchester United x Real Madrid é puro futebol. A 10ª (conquista da Liga dos Campeões) não tem que se tornar uma obsessão, porque isso não ajuda, mas sim um objetivo importante", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.