Xandão quer manter defesa do São Paulo em alto nível

Poucos reservas podem se orgulhar de terem jogado tantas vezes no ano quanto Xandão. O primeiro suplente da zaga do São Paulo pode mais uma vez começar jogando neste sábado, contra o Santos, já que Rhodolfo tem um edema na panturrilha esquerda e dificilmente participará do clássico. Seria a 15.ª partida dele na temporada.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2011 | 19h39

Dos companheiros de setor, Xandão só jogou menos que Miranda, que atuou em 16 das 25 partidas do São Paulo no ano até aqui. Alex Silva jogou 12 vezes, Rhodolfo 11 e Luis Eduardo em cinco oportunidades. A titularidade, portanto, não pega Xandão de surpresa.

"Isso prova a confiança que o Carpegiani tem em mim. Quando o time precisou, ele contou comigo. Ele sabe que não precisa ter preocupação. Sai um, entra o outro e mantém o nível", ressaltou o zagueiro, que disse estar preparado para o clássico.

"Sempre é bom jogar, ainda mais com um jogo desta importância. Além de ser um clássico é uma semifinal. Se eu realmente iniciar a partida, vou procurar substituir bem o Rhodolfo. Estou preparado para entrar e manter o bom nível lá atrás", comentou o zagueiro, que já substituiu o ex-jogador do Atlético-PR no segundo tempo do jogo de quarta-feira, contra o Goiás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.