Xavi e Puyol ficam fora de convocação da Espanha

O técnico Vicente del Bosque convocou nesta quarta-feira a seleção espanhola para amistosos contra Estados Unidos e Venezuela e deixou fora de sua lista o meia Xavi e o zagueiro Puyol. Os dois jogadores do Barcelona, que disputarão a final da Liga dos Campeões no próximo sábado, contra o Manchester United, em Londres, serão poupados pelo treinador.

AE-AP, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 09h34

Puyol, além de desgastado, segue sofrendo por causa dos efeitos provocados por uma tendinite no joelho, enquanto Xavi ganhará um período de descanso depois de ter conversado com Del Bosque sobre sua situação física. "Xavi e Puyol farão um grande esforço na final da Liga dos Campeões. Puyol está sofrendo muito com o seu problema. Falei com o Xavi pessoalmente e ele realiza uma temporada pesadíssima, e por isso optamos por não convocá-lo", justificou o treinador.

A Espanha jogará contra os Estados Unidos em Foxborough, no dia 4 de junho, e três dias depois irá encarar os venezuelanos, também fora de casa, em Puerto La Cruz.

Os amistosos servirão para Del Bosque tentar voltar a unir os jogadores da seleção espanhola, que tiveram a relação entre eles abalada depois da última série de confrontos decisivos envolvendo Barcelona e Real Madrid, clubes que formam a base da equipe campeã do mundo no ano passado. Dos 23 convocados nesta quarta, 11 defendem um dos dois times.

"Tentamos manter o equilíbrio do grupo. Temos valorizado o estado atual de cada jogador e a confiança de que temos um grupo que recentemente nos deu bons resultados", disse Del Bosque, para depois admitir que terá o trabalho de "buscar a estabilidade" do grupo.

Ao mesmo tempo, o comandante destacou que não pode deixar de convocar os melhores atletas à disposição por causa de atritos ocorridos entre eles nos últimos tempos. "O mais importante é que nós estamos trazendo os jogadores que precisamos."

Além de Xavi e Puyol, a convocação desta quarta também não incluiu o meia Fábregas, do Arsenal, que está lesionado. Já o atacante Fernando Torres foi chamado apesar de não viver boa fase desde quando trocou o Liverpool pelo Chelsea na Inglaterra. "Ele é um jogador estável dentro do grupo. Estamos no final da temporada, não queremos abrir nenhum debate e queremos contar com a maioria dos jogadores que estiveram no Mundial da África do Sul", justificou Del Bosque.

Del Bosque também voltou a convocar o atacante Negredo, do Sevilla, que fechou a temporada espanhola com 20 gols, enquanto os meio-campistas Valero e Soriano, ambos do Villarreal, foram incluídos em mais uma lista do treinador. Já o atacante Manu del Moral, do Sevilla, foi chamado pela primeira vez.

Confira a lista de convocados da Espanha:

Goleiros: Iker Casillas (Real Madrid), Pepe Reina (Liverpool) e Victor Valdés (Barcelona).

Defensores: Álvaro Arbeloa (Real Madrid), Raúl Albiol (Real Madrid), Sergio Ramos (Real Madrid), Gerard Piqué (Barcelona), Carlos Marchena (Villarreal), Joan Capdevila (Villarreal) e Andoni Iraola (Athletic Bilbao).

Meio-campistas: Xabi Alonso (Real Madrid), Sergio Busquets (Barcelona), Santi Cazorla (Villarreal), Andrés Iniesta (Barcelona), Bruno Soriano (Villarreal) e Borja Valero (Villarreal).

Atacantes: David Villa (Barcelona), David Silva (Manchester City), Fernando Llorente (Athletic Bilbao), Fernando Torres (Chelsea), Pedro Rodríguez (Barcelona), Manu Del Moral (Sevilla) e Álvaro Negredo (Sevilla).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEspanhaXaviPuyol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.