Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Xavi revela razão de ter recusado o Barcelona: 'não era o momento'

Técnico conta ter rejeitado ofertas do clube duas vezes e afirma estar bem no Al-Sadd

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2021 | 15h52

Ídolo do Barcelona como jogador, mas ainda com pouco tempo na carreira de técnico, Xavi não aceitou duas propostas do Barcelona para assumir o comando técnico da equipe no passado. Hoje treinador do Al-Sadd, do Catar, Xavi contou ter sido difícil a decisão de (ainda) não trabalhar no clube catalão.

"Feliz ou infelizmente disse não ao Barcelona duas vezes, devido a circunstâncias diferentes, familiares, profissionais, contratual. Dizer não é muito difícil porque sou torcedor do Barça, mas não era o momento", afirmou Xavi, em entrevista ao jornal La Vanguardia. "O que for pra ser, vai ser e vou valorizar. Não há pressa. Xabi Alonso disse outro dia que quer ser treinador à sua maneira e sinto-me identificado", completou.

Xavi ainda afirmou que está satisfeito no Al-Sadd. "Renovamos por mais dois anos, estamos muito confortáveis e abertos a outras ofertas do clube, mas com tranquilidade. Estou bem como estou. Estou aprendendo, cometendo erros, envolvido em um projeto muito bonito, que não passa apenas pelo Al-Sadd mas também pelo Mundial do Catar, que ainda falta um ano. Terei um papel importante", previu.

Xavi assumiu o comando do Al-Sadd em 2019, logo após se aposentar da carreira como jogador pelo clube. Até agora, conquistou uma vez o principal campeonato do Catar, além de copas do país árabe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.