Claudio Coradini/Estadão
Claudio Coradini/Estadão

XV de Piracicaba ignora pressão da torcida e mantém Roque Júnior

Técnico, que ainda não somou nenhuma ponto no Paulistão, sofre grande cobrança dos torcedores para que deixe o comando do time

Estadão Conteúdo

16 de fevereiro de 2015 | 20h33

Apesar dos protestos da torcida, Roque Júnior segue no comando do XV de Piracicaba na sequência do Campeonato Paulista. Bancado pelo presidente Rodrigo Boaventura, o treinador decidiu levar o elenco para um retiro em Sorocaba em pleno carnaval. O grupo seguiu para o local no domingo e ficará até quarta-feira à tarde, preparando-se para o duelo contra o Red Bull Brasil, à noite em Campinas, pela quinta rodada.

O diretor de futebol do XV, Renato Bonfiglio, preferiu minimizar a fraca campanha de quatro derrotas em quatro jogos no Paulistão. Ele garantiu que Roque Júnior tem o voto de confiança do presidente. "É uma decisão do presidente Rodrigo Boaventura. Eles se reuniram e chegaram a um acordo", afirmou.

A viagem para Sorocaba tem como medida blindar o elenco piracicabano. Afinal, na última sexta-feira, dezenas de torcedores foram até o Estádio Barão da Serra Negra, e protestaram contra os jogadores. O grupo também exigiu a demissão do treinador.

Por conta do mau início, o XV figura na lanterna do Grupo D, sem ponto algum. Na classificação geral, está à frente do Marília, que também perdeu todos os jogos, mas tem pior saldo de gols. Caso a competição terminasse hoje, o clube de Piracicaba estaria rebaixado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.