XV de Piracicaba recorre contra punição na Série A-3

O time perdeu seis pontos por escalar de forma irregular o jogador Rafael Gonzales na 3.ª rodada

Agência Estado

04 de março de 2008 | 18h46

O diretor de futebol do XV de Piracicaba, Edson Favarin, afirmou nesta terça-feira que irá recorrer da punição imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista de Futebol (FPF), que tirou seis pontos do clube na disputa do Campeonato Paulista da Série A-3. "Quem está tratando deste assunto é o presidente [Adilson Maluf], mas claro que não é uma notícia boa, pois o time vem melhorando em campo. O que eu sei é que vamos recorrer da decisão e devemos recuperar estes pontos", assegurou o dirigente do XV de Piracicaba. O time do Piracicaba foi punido pelo TJD por escalar de forma irregular o jogador Rafael Gonzáles na derrota para o São Carlos, por 1 a 0, pela terceira rodada da Série A-3. Na oportunidade, Rafael atuou como titular, mas não poderia entrar em campo, já que não havia cumprido suspensão automática de uma partida por ter sido expulso no Campeonato Paulista Sub-20 de 2007.   Com a decisão do TJD, o time de Piracicaba caiu uma posição na classificação do campeonato e agora é o penúltimo colocado, com apenas um ponto, mesma pontuação da lanterna, a Santacruzense. Assim, se a Série A-3 acabasse agora, o XV estaria rebaixado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.