XV de Piracicaba vira no fim do jogo e Oeste mantém jejum no Paulistão

Time de Itápolis foi derrotado por 3 a 2 e chegou ao sétimo jogo sem vitória no Estadual

AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2014 | 21h48

PIRACICABA - Na estreia do técnico Sérgio Guedes, o Oeste aumentou o jejum de vitórias no Campeonato Paulista. Nesta sexta-feira, o time de Itápolis tomou dois gols depois dos 40 minutos do segundo tempo e foi derrotado pelo XV de Piracicaba por 3 a 2, no estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba, pela sequência da oitava rodada.

O Oeste chegou ao sétimo jogo sem vitória. Agora são cinco derrotas e dois empates. Com isso, o time segue como lanterna do Grupo D, com cinco pontos, dentro da zona de rebaixamento na classificação geral. O XV de Piracicaba quebrou uma série de duas derrotas seguidas e assumiu o terceiro lugar do Grupo B com 10 pontos.

Contando com apoio da torcida, o XV de Piracicaba foi para cima e marcou o adversário no campo de ataque para fazer pressão. Tocando a bola no campo de ataque, circundando a área, não demorou para os donos da casa abrirem o placar. Aos 13 minutos, Rodrigo subiu sozinho e desviou cobrança de escanteio para o fundo do gol.

Atrás no marcador, os visitantes acordaram no jogo. O sistema de marcação começou a funcionar e o time passou a controlar o jogo. Jheimy foi o primeiro a levar perigo em finalização que tirou tinta do gol defendido por Thiago Passos. Aos 29 minutos, porém, o atacante teve a segunda chance e não perdoou. Fernandinho fez o cruzamento para a área, o zagueiro passou lotado e o camisa 9 colocou a cabeça para deixar tudo igual.

O XV de Piracicaba voltou dos vestiários com as entradas de Danilinho e Pipico. As alterações surtiram efeito, pois o time conseguiu pressionar e controlar as ações da partida. As chances de gol, no entanto, foram raras. A mais perigosa saiu em jogada individual de Cafu.

Sem conseguir marcar, o mandante ficou nervoso e viu as coisas se complicarem depois dos 20 minutos. Tudo começou com a expulsão de Pipico. O atacante colocou a mão na bola, recebeu segundo cartão amarelo e foi expulso. Em seguida, veio a virada dos visitantes. Na cobrança de falta, Marcos Paraná bateu em direção a meta, o goleiro saiu atrasado e Mauro Vianna conseguiu desviar para o gol, aos 24.

No final da partida, o XV de Piracicaba voltou a ficar em igualdade após a expulsão de Mauro Vianna e arrancou a vitória depois dos 40 minutos. Após cobrança de escanteio, Cafu apareceu livre na segunda trave e mandou de barriga para o gol, aos 40. No último lance da partida, Cafu fez jogada individual, Adilson deu o corta-luz dentro da área e Gilsinho conseguiu bater para o fundo das redes, aos 48.

O XV de Piracicaba volta a campo contra o Mogi Mirim, nesta terça, às 19h30, no estádio Romildo Vitor Ferreira, em Mogi Mirim. Na quarta, o Oeste encara o Corinthians, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, às 22 horas.

FICHA TÉCNICA

XV DE PIRACICABA 3 x 2 OESTE

XV DE PIRACICABA - Thiago Passos; Paulo Henrique, Pitty (Adilson), Leonardo e Rodrigo; Adilson Goiano, Rodolfi, Gilsinho e Breitner (Danilinho); Jonathan Cafu e Macena (Pipico). Técnico: Edison Só.

OESTE - Fernando Leal; Dezinho, Ligger e Mauro Vianna; Arnaldo, João Denoni, Adriano Alves, Marcos Paraná (Gustavo) e Fernandinho; Lelê e Jheimy (Pablo). Técnico: Sérgio Guedes.

GOLS - Rodrigo, aos 13, e Jheimy, aos 26 minutos do primeiro tempo; Mauro Vianna, aos 23, Cafu, aos 40, e Gilsinho, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo, Breitner, Paulo Henrique, Adilson Goiano e Gilsinho (XV de Piracicaba); Ligger e Fernandinho (Oeste).

CARTÕES VERMELHOS - Pipico (XV de Piracicaba); Mauro Vianna (Oeste).

ÁRBITRO - Marcelo Rogério.

RENDA - R$ 44.300,00.

PÚBLICO - 1.938 pagantes.

LOCAL - Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.