Jon Super/AP
Jon Super/AP

Yaya Touré é eleito melhor africano do ano pela 3ª vez

Volante do Manchester City se iguala a Abedi Pelé e Samuel Eto'o

Agência Estado

09 de janeiro de 2014 | 20h49

LAGOS - O meia Yaya Touré voltou a ser eleito o melhor jogador africano do ano nesta quinta-feira. Depois de conquistar o prêmio por suas exibições em 2011 e 2012, o jogador do Manchester City mostrou não ter concorrentes no continente e ficou com a honraria também em 2013.

"Ser o vencedor esta noite é inacreditável. Estou muito feliz e muito orgulhoso", disse. Touré recebeu 373 votos e deixou para trás o volante do Chelsea John Obi Mikel, segundo lugar com 265, e o veterano atacante do Galatasaray Didier Drogba, vencedor do prêmio em duas oportunidades, que terminou em terceiro, com 236 votos.

Vivendo grande fase no Manchester City, clube no qual se tornou um dos grandes jogadores do futebol europeu, Touré se confirma como um dos maiores nomes africanos nos últimos tempos. Com o terceiro título consecutivo, o jogador de 30 anos se igualou a Abedi Pelé (1991 a 1993) e Samuel Eto'o (2003 a 2005), que também faturaram o tri.

Se o prêmio de melhor jogador ficou com um marfinense, foi a Nigéria que recebeu a maioria das honrarias. O técnico da seleção do país, Stephen Keshi, foi eleito treinador do ano. A seleção nigeriana, vencedora da Copa Africana de Nações, ganhou como equipe do ano, enquanto o time sub-17 do país foi eleito a melhor equipe jovem de 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.