Yaya Touré tem habilitação cassada, mas diz que não bebeu intencionalmente

Julgado na segunda-feira, ele também foi multado em cerca de R$ 225 mil

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2016 | 16h35

O meia Yaya Touré, que vem conquistando espaço com o técnico Pep Guardiola no Manchester City, teve sua habilitação cassada nesta terça-feira na Grã-Bretanha depois de ser flagrado dirigindo sob efeito de álcool no último dia 28 de novembro. Julgado na segunda-feira, ele também foi multado em 54 mil libras, cerca de R$ 225 mil.

O jogador da Costa do Marfim, porém, é muçulmano e, pela religião, não poderia consumir bebidas alcoólicas. Nesta terça-feira, em comunicado ele alegou que não bebeu intencionalmente. Disse que a bebida constava numa jarra e que ele tomou sem saber que continha álcool.

"Eu sempre recusei álcool. Qualquer um que me conhece ou que me acompanha no futebol já viu eu recusar a champagne oferecida ao melhor jogador da partida por causa do meu compromisso com a religião. O problema agora foi resolvido na Justiça. Eu estava acima do limite permitido naquela noite e decidi não fazer o teste", contou.

Barrado por Guardiola no início da temporada, Touré finalmente tem mostrado seu futebol ao treinador espanhol. Nos últimos 30 dias ele jogou com regularidade, inclusive sendo titular no Campeonato Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.