Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Yoshida se empolga por Japão enfrentar Colômbia quatro anos após sofrer goleada

Zagueiro acha que sua equipe está em uma situação muito mais favorável agora

Estadão Conteúdo

08 Junho 2018 | 11h14

O zagueiro Maya Yoshida acredita que o reencontro do Japão com a seleção colombiana pode ter um desfecho diferente nesta edição da Copa do Mundo. De acordo com o jogador do Southampton, as circunstâncias do duelo realizado entre os países no Mundial de 2014, no Brasil, desfavoreciam os japoneses, que perderam a partida por 4 a 1.

+ A uma semana da Copa, Brasil segue em 2º lugar no ranking da Fifa

"Estávamos em uma posição muito difícil naquele momento. Nossa derrota para a Costa do Marfim, na estreia, nos custou caro. Uma partida em que fizemos o primeiro gol e sofremos uma virada sem impor dificuldade. Quando jogamos contra a Colômbia, só a vitória interessava e eles nos ensinaram uma lição do quão dura pode ser uma Copa", relatou o jogador em entrevista ao site oficial da Fifa, divulgada nesta sexta-feira.

Quatro anos depois, a estreia japonesa será justamente contra os colombianos, no dia 19. "Estou muito empolgado para jogar contra eles de novo. As coisas estão muito diferentes agora. Em vez de ser o último jogo, será nossa partida de abertura", afirmou Yoshida, que vai disputar o seu segundo Mundial.

 

A eliminação na primeira fase da competição em 2014 ainda incomoda o jogador. "Estou muito ansioso para esta Copa na Rússia. No Brasil, há quatro anos, não jogamos o futebol que gostaríamos, agora queremos retificar isso. Para ser realista, será um sucesso se passarmos de fase", projetou o defensor.

Depois da partida contra a Colômbia, em Saransk, o Japão vai enfrentar o Senegal, no dia 24, e terminará a participação no Grupo H contra a Polônia, no dia 28.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.