Zaga do Arsenal falha e Birmingham leva a Copa da Liga Inglesa

Com a vitória por 2 a 1, time quebrou em Wembley jejum de 38 anos sem título relevante

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2011 | 15h23

LONDRES - Ajudado por uma falha bizarra da zaga do Arsenal aos 44 minutos do segundo tempo, o Birmingham quebrou neste domingo um jejum de 38 anos sem um título relevante. Em Wembley, o time da segunda maior cidade da Inglaterra surpreendeu os londrinos, venceu por 2 a 1 e conquistou o título da Copa da Liga Inglesa.

O fato de ser esta apenas a menos importante das três mais relevantes competições inglesas não diminuiu a festa da grande torcida do Birmingham presente em Wembley, nem atenuou o abatimento dos jogadores do Arsenal, jogados no gramado logo após a derrota.

Campeão da Copa da Liga em 1963, o Birmingham desde então só havia conquistado títulos em divisões inferiores - uma vez da segunda, outra da terceira. Promovido de volta à elite do Campeonato Inglês em 2008/09, o time briga para não ser novamente rebaixado. É o 16º, a dois pontos da zona de rebaixamento.

O Arsenal buscava a sua terceira taça na competição, que não vence desde 1993. Alcançou, porém, o seu quinto vice na Copa da Liga. Com o título, o Birmingham conquista uma inédita classificação à Liga Europa.

Sem Fábregas e Walcott, machucados, mas sem poupar nenhum outro titular, apesar da briga por títulos mais importantes, o Arsenal saiu perdendo em Wembley. O gigante Zigic recebeu pelo alto, cabeceou e abriu o placar, aos 28 minutos.

Assustado com a vantagem, o Birmingham recuou e deu espaço para o Arsenal, que empatou aos 39 minutos. Arshavin fez boa jogada pela direita e cruzou para Van Persie acertar belo chute de primeira.

Na segunda etapa, o jogo foi aberto, com o Arsenal pressionando no campo de ataque na maior parte do tempo. Nos dez minutos finais, quem tomou a iniciativa foi o Birmingham, que parecia menos disposto a levar o jogo para a prorrogação. Aos 44, a zaga do Arsenal entregou. Após chutão do goleiro, Nikola Zigic desviou de cabeça e a bola ia para as mãos de Szczesny.

Koscielny quis se antecipar ao goleiro e tirar o perigo. Errou o chute de forma bizarra. A bola passou por baixo dele e bateu na coxa do ajoelhado Szczesny, que jogara as mãos para atrás para não ser atingido pelo chute no ar de seu companheiro. Com a lambança, a bola sobrou livre para Oba Oba Martins empurrar para o gol vazio e decidir o título.

Veja também:

link Liverpool perde e Manchester City empata no Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.