Zagallo passa bem após a cirurgia

Foi um sucesso a cirurgia para a desobstrução do duodeno realizada no coordenador-técnico da seleção brasileira, Mário Jorge Lobo Zagallo, de acordo com o boletim médico divulgado na tarde desta terça-feira pelo Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio. No documento assinado pelo clínico geral José Luiz Spicacci, foi relatado que após o procedimento cirúrgico, de aproximadamente quatro horas de duração, o paciente de 73 anos foi transferido para a Unidade Coronariana e não tem previsão de alta.A cirurgia foi considerada um sucesso porque, durante as quatro horas da intervenção, os médicos conseguiram desobstruir a "terceira porção do duodeno" de Zagallo, problema que motivou sua a internação na terça-feira da semana passada.O material recolhido (um tecido do duodeno) foi enviado para biópsia com o objetivo de constatar se era benigno ou maligno. A boa notícia é que, a princípio, não foi constatada malignidade durante exame realizado na operação. O resultado final será conhecido em duas semana.O filho do coordenador técnico da seleção brasileira, Paulo Zagallo, contou que o pai estava bem disposto antes da cirurgia e que quer voltar ao trabalho o mais rápido possível. "Ele estava com um astral muito bom. Esse procedimento foi programado com antecedência. Não foi algo emergencial. Com certeza não vai afetar a volta dele ao trabalho", garantiu. Zagallo foi internado na noite do dia 3 de maio, após passar mal em casa. Ele reclamou de fortes dores no estômago, enjôos e chegou a vomitar. Ao chegar ao hospital, foi diagnosticada uma indisposição gástrica. Dias depois, foi descoberta a obstrução do duodeno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.