Zagallo proibido de acompanhar a seleção

O coordenador técnico da seleção Brasileira, Zagallo, foi impedido hoje pelos médicos de acompanhar a equipe durante as partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006, contra o Paraguai, dia 5 de junho, em Porto Alegre, e Argentina, dia 8, em Buenos Aires. Ele permanece internado em um hospital da zona sul do Rio, onde se recupera de uma cirurgia realizada no último dia 10, para a desobstrução do duodeno (canal que liga o intestino delgado ao estômago). A recuperação de Zagallo é considerada satisfatória pelos médicos. Mas, o coordenador técnico da seleção ainda se alimenta por uma sonda e não tem previsão de alta, por isso, a decisão de sua ausência nos dois jogos foi confirmada hoje. A assessoria de imprensa do Hospital Samaritano confirmou que o resultado da biópsia no material extraído durante a operação em Zagallo foi benigno. E, ao saber que o coordenador técnico, de 73 anos, desfalcaria a equipe, o técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira, lamentou, mas enfatizou que o "velho Lobo" estará presente em "espírito". Zagallo continua recebendo visitas somente de familiares ou amigos próximos. A necessidade da cirurgia para a desobstrução do duodeno foi diagnosticada após ele ser internado no dia 3 de maio, por causa de dores no estômago e enjôos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.