Ricardo Duarte/ Internacional
Ricardo Duarte/ Internacional

Zago admite má fase do Inter e revela jogadores 'acabados' no vestiário

Na última partida, equipe não passou de um empate por 2 a 2 com o Passo Fundo

Estadao Conteudo

20 Fevereiro 2017 | 10h58

O momento não é nada bom no Beira-Rio. Após empatar em 2 a 2 com o Passo Fundo no domingo, fora de casa, o Internacional é só o 10.º colocado do Campeonato Gaúcho, com três pontos, acima da zona de rebaixamento apenas pelo número de gols marcados. Passadas quatro rodadas, o clube ainda não venceu no Estadual.

Diante do Passo Fundo, o Inter saiu atrás no placar, conseguiu a virada, mas cedeu o empate no finalzinho. "No primeiro tempo, a equipe deixou a desejar. Dos jogos até agora, foi onde erramos mais taticamente. Não tivemos aquela pegada do segundo tempo, quando corrigimos algumas coisas e voltamos melhor. A equipe ficou mais intensa, principalmente quando ficou atrás no placar. Levamos o empate em uma circunstância que acontece", avaliou o técnico Antonio Carlos Zago.

Ele admitiu que o empate abalou o elenco: "Pelo que passa na cabeça dos jogadores, preferia ter perdido por 1 a 0 do que o empate depois de uma virada. Eles estavam acabados no vestiário, mas isso é jogar no Inter".

O Inter precisa se recuperar rapidamente porque na quarta-feira tem jogo mata-mata contra o Oeste, em casa, pela segunda fase da Copa do Brasil. A partida é eliminatória e, em caso de empate, será decidida nos pênaltis.

Mais conteúdo sobre:
inter futebol Internacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.