Zagueiro Bolívar se despede do Inter contra o São Paulo

O zagueiro Bolívar deixará o Internacional depois de jogar a final da Copa Libertadores da América, contra o São Paulo, nesta quarta-feira. A assinatura de contrato com o Monaco foi confirmada ao final do treino desta segunda-feira pelo próprio jogador.Ele garantiu que a transferência não vai interferir na sua disposição de comemorar um título inédito no dia de seu 26.º aniversário. ?Eu já sei disso há muito tempo e nunca deixei de dar o máximo pelo Internacional?, comentou, lembrando que teve atuação elogiada na vitória por 2 a 1, na quarta-feira, passada, no Morumbi, e prometendo repetir a dose. Para os supersticiosos, há uma má lembrança. Na única vez que decidiu uma Libertadores, em 1980, o Internacional também tinha um jogador já negociado com o futebol europeu, o volante Falcão, e se deu mal, perdendo para a final para o Nacional, por 1 a 0, em Montevidéu. O Internacional se esforça para evitar que a euforia da torcida contamine o time. Faz treinos secretos e cria mistérios que envolvem nomes e esquemas táticos até na simples escolha de um substituto para o volante Fabinho, suspenso. Na tentativa de embaralhar toda a escalação do time, o técnico Abel diz que só vai anunciar seus escolhidos na hora do jogo. Sua única dúvida, no entanto, é o substituto de Fabinho, expulso no primeiro confronto. A troca natural, por Wellington Monteiro, de características semelhantes, ganhou força no treino de domingo, mas não se sustentou nesta segunda-feira, quando o zagueiro Índio deixou de sentir dores no tornozelo e passou a ter chances de jogar como encarregado de anular Aloísio, que os colorados consideram até mais perigoso do que Ricardo Oliveira. Se optar por Índio, Abel usará o esquema 3-5-2. O zagueiro Fabiano Eller admite que o time está mais acostumado a jogar com Fabinho, mas acredita que a adaptação de Wellington Monteiro ou Índio será facilitada porque o grupo treina junto desde o início do ano e todos se conhecem bem. Um mistério que Abel Braga não conseguiu manter é o da lateral-direita. O titular Elder Granja continua sentindo dores na panturrilha e limita seus trabalhos a exercícios para fortalecer a musculatura. Deve ficar de fora, enquanto Ceará joga a decisão. Também passaram pelo departamento médico do clube nesta segunda-feira o meia Alex, com tornozelo inchado, e o lateral-esquerdo Jorge Wagner e o atacante Rafael Sobis, ambos com dores musculares. Nenhum deles está ameaçado de não jogar. Presença inusitadaA decisão da Libertadores atraiu para Porto Alegre até uma equipe da TV do Catar, a Al-Jazira, mais conhecida no ocidente pela cobertura dos conflitos no Oriente Médio. Os enviados da emissora não procuraram o Internacional e nem foram ao Beira-Rio ainda, mas solicitaram credenciamento prévio para cobertura à Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (Aceg). A relação com os nomes e documentos dos participantes da equipe devem ser encaminhados nesta terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.