Arquivo/AE
Arquivo/AE

Zagueiro da Copa de 1958 morre vítima de parada cardíaca

Orlando Peçanha, de 74 anos, passou mal em casa e foi levado para um hospital na zona sul do Rio de Janeiro

AE,

10 de fevereiro de 2010 | 19h00

O Brasil perdeu na manhã desta quarta-feira mais um remanescente de seu primeiro título mundial. O ex-zagueiro Orlando Peçanha morreu, aos 74 anos, vítima de uma parada cardíaca, em um hospital de Botafogo, zona sul do Rio. Nascido em 20 de setembro de 1935, em Niterói, Peçanha foi zagueiro titular da seleção brasileira campeã mundial em 1958, na Suécia.

 

"Estamos em estado de choque. Foi muito repentino. Ele teve uma pneumonia há pouco tempo, mas melhorou e estava em casa quando passou mal ontem (terça-feira). Ele foi levado para o hospital, mas acabou tendo uma parada cardíaca", relatou Susy Peçanha, uma das três filhas do ex-jogador, cujo corpo será velado nesta quinta a partir das 10h (de Brasília) no cemitério São João Baptista, também em Botafogo.

 

Não foi apenas na seleção que Peçanha obteve sucesso. O zagueiro foi campeão por todos os clubes pelos quais passou: Vasco, Boca Juniors (Argentina) e Santos. Ele também participou da Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra, antes de se aposentar no Santos, aos 34 anos, em 1969.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.