Valentyn Ogirenko/Reuters
Valentyn Ogirenko/Reuters

Zagueiro da Lazio recusa seleção da Itália para defender o Brasil

Luiz Felipe rejeita convocação da equipe sub-21 e diz ter o sonho de atuar pelo país onde nasceu

Redação, Estadão Conteúdo

18 de março de 2019 | 12h22

O zagueiro Luiz Felipe, da Lazio, anunciou nesta segunda-feira que recusou a convocação para a seleção sub-21 da Itália para poder defender o Brasil em convocações futuras. Em suas redes sociais, o jogador de 21 anos explicou que a sua decisão foi tomada com base em seu sentimento pelo país de nascimento e que ela seja compreendida por todos.

"Depois de um extenso período de reflexão, necessário para uma decisão tão delicada, e grato por ter a oportunidade de defender uma camisa tão prestigiada como a italiana, decidi jogar pela seleção (brasileira)", afirmou o defensor. "O futebol é antes de tudo uma questão de coração e sentimento. Estou certo que minha decisão será compreendida".

Luiz Felipe foi chamado na última sexta-feira pelo técnico Luigi Di Biagio para os amistosos da seleção italiana sub-21 contra a Áustria, nesta quinta, e contra a Croácia, quatro dias depois, depois de ter obtido passaporte italiano.

Destaque das categorias de base do Ituano, o zagueiro foi contratado pela Lazio em 2016. Sem espaço na equipe principal, foi emprestado para a Salernitana, da terceira divisão, onde atuou por uma temporada. Voltou ao clube de Roma em 2017 e desde então vem ganhando espaço com o técnico Simone Inzaghi, sendo titular na atual edição do Campeonato Italiano.

Luiz Felipe já disputou dois jogos pela seleção brasileira sub-20, mas ambos foram amistosos. Pelas regras da Fifa, apenas se jogar uma partida oficial pelo time principal de um país o jogador se torna inelegível para defender outra equipe nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.