Zagueiro da Lusa rejeita reforço

Titular da defesa da Portuguesa desde o início do Campeonato Paulista, o jovem Vinícius, de 22 anos, confia no elenco do time e mostra-se indignado pelo fato de a diretoria do clube estar cogitando o empréstimo de Marinho, do Grêmio, caso não consiga renovar o contrato de Emerson. "Temos zagueiros aqui que jogariam em qualquer clube do Brasil. Não precisamos de atletas para esta posição", disse.Vinícius, que começou a jogar no Canindé em 1994, assumiu a posição justamente na vaga de Emerson, que se contundiu e, na fase de recuperação, ficou sem contrato. Apesar de vir se firmando na defesa e estar entrosado com o companheiro Tinho, é humilde e aceita voltar para o banco. "Encontrei uma brecha e entrei na equipe, com a contusão dele (Emerson). Com a sua volta, tenho de respeitar e acatar a decisão do treinador," enfatizou. "Minha cabeça está boa."O acerto entre Emerson e a diretoria da Lusa deve ser firmado até sexta-feira e seu retorno é aguardado com ansiedade pelo técnico Renê Simões. "É um grande jogador e está fazendo muita falta," disse o treinador, que ganhou uma nova "dor de cabeça" nesta semana. Além de Élson, em recuperação, ele pode perder Sandro Fonseca, Tinho e Ricardo Lopes, todos contundidos, para o jogo contra o Mogi Mirim.Sem acordo - A diretoria da Portuguesa está desistindo de contratar o lateral-esquerdo Rubens Júnior, que não está sendo aproveitado no Porto, de Portugal. A alegação é de que se trata de uma contratação muito cara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.