Zagueiro da Ponte, Cléber recusa proposta do exterior

A Ponte Preta aceitou a proposta de 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões) do Basel, da Suíça, por cinco anos de contrato com o zagueiro Cléber. O negócio, contudo, dificilmente será concretizado, já que o jogador avisou que não tem interesse de sair do futebol brasileiro neste momento.

AE, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 20h05

"O Cléber deixou claro que não quer sair para a Suíça e nem para país algum. Ele quer ficar no País. Mas a Ponte não pode trocar uma oferta de R$ 9 milhões (na verdade R$ 10 milhões na cotação atual) por uma de R$ 3 milhões", confirmou o executivo de futebol Ocimar Bolicenho.

Apesar da permanência, as declarações do dirigente deixam claro que a Ponte não vai liberar o jogador para outro clube brasileiro caso não seja paga a multa rescisória de R$ 8 milhões para o mercado interno. Além da oferta do Basel, a única proposta oficial feita à Ponte foi da Traffic, que pagaria R$ 3,5 milhões e repassaria o jogador a outro clube. O Corinthians era o principal interessado.

A Ponte Preta, por outro lado, vai aproveitar a parada da Copa das Confederações para buscar reforços no mercado. O garoto Giovani, de 19 anos, do Corinthians, deve ser apresentado nos próximos dias. No entanto, pelo menos mais um deve ser anunciado. De acordo com Bolicenho, três nomes vêm sendo negociados e um deles é Vítor Júnior, do Inter. "Até amanhã (sexta-feira) haverá resposta se deu certo", encerrou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaCléber

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.