Zagueiro da pré-olímpica é processado

O zagueiro Maicon, do Cruzeiro e da seleção brasileira pré-olímpica, será processado por corrupção de menores. Ele é acusado de ter mantido relações sexuais com uma menor, de 17 anos. A denúncia foi feita pelo pai da menor. Tanto o nome da garota quanto o de seu pai não foram divulgados pela polícia. Segundo o pai, autor da denúncia, Maicon ?teria usado de sua fama e prestígio para seduzir a moça, durante uma festa, e depois a teria levado para um motel?. A menor confirmou toda a história na polícia, mas reiterou que esteve com Maicon ?de livre e expontânea vontade e que em todos os momentos passados com ele estava consciente do que fazia?. Mesmo assim, seu pai decidiu manter a denúncia. O tenente- coronel Alexandre Sales, da Polícia Militar do Rio de Janeiro, afirmou que o jogador prestou depoimentos em uma delegacia e foi liberado após pagar fiança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.