Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Zagueiro do Corinthians diz não se preocupar com dribles de Valdivia

Jogador chileno criou polêmica ao aplicar 'chute no vento' contra Santo André pela Copa do Brasil

AE, Agência Estado

26 de abril de 2011 | 13h19

SÃO PAULO - O zagueiro Leandro Castán minimizou nesta terça-feira o encontro da defesa corintiana com o meia Valdivia. Marcado pelo estilo irreverente, o jogador chileno se envolveu em polêmica em partida contra o Santo André, pela Copa do Brasil, ao fazer algumas firulas e dar o drible "chute no vento". A situação, porém, não preocupa Leandro Castán para o duelo de domingo, no Estádio do Pacaembu, válido pelas semifinais do Campeonato Paulista.

"Meu pensamento é não tentar arrumar confusão. O Valdivia é um jogador experiente, cabe a ele ver o que vai fazer, não me preocupa. A minha preocupação é com o Corinthians", afirmou, em entrevista à TV Bandeirantes. "Ele sabe o que é respeito, se acha que é normal, tem que ver os seus conceitos. Se fizer como deboche, não vale", completou.

Apesar disso, Leandro Castán admitiu preocupação com Valdivia e Kleber para o clássico de domingo. "Vai ser difícil marcar eles, são bons jogadores. O Valdivia é mais meia, vai cair para o Ralf. E o Kleber para o Chicão. Não devemos mudar nossa forma de jogar, o Tite ainda vai conversar. Temos que marcar forte. O gol do Valdivia contra o Mirassol mostrou a qualidade dele. E o Kleber dispensa comentários. Mas o nosso time também tem o Liedson, que é o artilheiro do campeonato", comentou.

Leandro Castán revelou ter gostado da decisão do Palmeiras de marcar o jogo com o Corinthians para a cidade de São Paulo e o Estádio do Pacaembu. "É um estádio que a gente conhece. Queríamos que o jogo fosse mesmo na capital, tem tudo para ser um grande jogo. O que importa é dentro de campo, vamos buscar a vitória", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.