Daniel Augusto Jr,/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr,/Ag. Corinthians

Zagueiro do Corinthians evita escolher entre Ponte Preta e São Paulo na semifinal

Alvinegro conhecerá adversário do Campeonato Paulista nesta segunda-feira

O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2017 | 15h34

À espera do adversário do Corinthians na semifinal do Campeonato Paulista, o zagueiro Pablo evita eleger seu preferido entre São Paulo e Ponte Preta. "Não tem como escolher, são duas grandes equipes que, se chegaram até aqui, têm seus méritos. O time tem de entrar focado independentemente do adversário", afirmou em entrevista ao programa Bate-Bola, da ESPN Brasil.

Dono da segunda melhor campanha do Paulistão depois de superar o Botafogo-SP, o Corithians aguarda o confronto entre o time de Campinas e o Santos, nesta segunda-feira, às 20h, no Pacaembu, para conhecer o seu próximo adversário no Estadual. Uma nova vitória da Ponte Preta vai colocá-la no caminho da equipe alvinegra. Em caso de empate ou vitória santista, o rival dos corintianos será o São Paulo.

O bom retrospecto nos clássicos dá ânimo ao torcedor corintiano na reta final do Paulistão. E Pablo destaca o papel da defesa para os resultados positivos do Corinthians no campeonato. "Vão ser sempre grandes jogos, todos os clubes têm jogadores de qualidade, assim como o Corinthians. Chegamos com méritos e estamos na semifinal, precisamos jogar com inteligência, a gente marca muito bem, ter consciencia defensiva ajuda a vencer os jogos difíceis", disse.

O zagueiro chegou ao Corinthians emprestado pelo francês Bourdeaux até o fim da temporada e tem papel importante na formação defensiva idealizada por Carille. Com apenas 9 gols sofridos no Campeonato Paulista, a equipe tem uma das defesas menos vazadas da competição. "O esquema tático ajuda bastante, a bola vem mascada, os atacantes não pegam a bola tão livres, a gente tem colocado isso dentro de campo", explicou.

Antes da semifinal do Paulistão, o Corinthians volta sua atenção para a Copa do Brasil. Na quarta-feira, o time alvinegro visita o Internacional no Beira-Rio. Apesar da situação complicada do clube gaúcho, Pablo projeta um confronto difícil. 

"Será um jogo muito complicado, fora de casa. O Inter, independentemente da situação, sempre vai ter grandeza e camisa forte. Temos de usar a parte defensiva nossa que é forte, saber jogar com nossas táticas para fazer um grande resultado fora, decidir em casa e se classificar, que é o mais importante."

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthiansCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.