AFP
AFP

Zagueiro do Nice é preso por tentar se vingar de golpe

Diawara afirma que comprou carro há dois anos e não recebeu

Estadão Conteúdo

10 de abril de 2015 | 10h52

O zagueiro senegalês Souleymane Diawara foi preso na noite da última quinta-feira na França. O jogador do Nice, clube da primeira divisão do país, foi detido pela polícia por tramar uma vingança após ter sido vítima de um golpe na tentativa de comprar um automóvel.

De acordo com a polícia francesa, Diawara segue detido nesta sexta-feira. Ele foi interrogado na cidade de Digne-les-Bains, no sul da França, antes de ser encaminhado para a cadeira de Baumettes, em Marselha, cidade que conhece bem, já que atuou por cinco temporadas no Olympique.

Diawara acredita ter sido vítima de um esquema de fraude. De acordo com seu advogado, Gregory Bensadoun, ele teria pressionado um vendedor de carros que lhe vendeu um automóvel há cerca de dois anos e nunca lhe entregou. Bensadoun, no entanto, negou o caráter violento desta retaliação. "Não houve violência ou qualquer arma envolvida no caso."

Aos 36 anos, Diawara atua no Nice desde o início da última temporada. Ele fez sua carreira praticamente toda na França, onde atuou também por Le Havre, Sochaux, Bordeaux e Olympique de Marselha. Na Inglaterra, defendeu Charlton. O zagueiro também foi presença constante nas convocações da seleção senegalesa entre 2002 e 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.