Divulgação
Divulgação

Zagueiro Frauches tem esperança de defender Flamengo na Libertadores

Jogador de 21 anos torce para ser relacionado entre os 25 atletas inscritos no torneio

Agência Estado

21 de janeiro de 2014 | 12h21

RIO - "Toda chance é como se fosse a última". É com esse pensamento que o jovem zagueiro Frauches tem lutado no Flamengo por uma das 25 vagas da equipe para a Libertadores. Mas será uma tarefa difícil, já que a defesa do time está praticamente formada pela base que se destacou na conquista do título da Copa do Brasil de 2013, e ainda houve a contratação do zagueiro Erazo, titular da seleção equatoriana. Mesmo assim, Frauches segue firme buscando seu espaço.

"A Libertadores é muito difícil. O professor tem um time em mente e estamos tendo oportunidades de demonstrar o nosso futebol, representar o Flamengo. Toda chance é como se fosse a última. Jogar é sempre bom e não podemos fugir da responsabilidade de vestir a camisa do Flamengo", disse Frauches.

O jogador, de 21 anos, foi titular na vitória rubro-negra por 1 a 0 sobre o Audax, no último domingo, no Maracanã, na estreia do Campeonato Carioca, mas sabe que será difícil manter a condição nos próximos jogos.

"Todo jogador vai passar por isso de ser titular ou reserva, independentemente da idade. Tem muita gente capacitada para ser titular. Tenho que dar o meu melhor nos treinos e nos jogos. A opção do professor tem que ser respeitada. Todo mundo está ciente das chances que tem. Se eu estiver bem, vou dar força para quem estiver jogando, ser uma sombra. Um ajuda o outro", concluiu.

O Flamengo estreia na Libertadores no dia 12 de fevereiro, contra o León, atual campeão mexicano, no México. Antes disso, Frauches terá mais uma oportunidade de mostrar seu futebol na próxima quarta-feira, contra o Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira, onde o técnico Jayme de Almeida voltará a utilizar uma equipe considerada reserva.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoFrauchesLibertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.