Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians
Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians

Zagueiro Gil minimiza os efeitos da altitude de Manizales

Corintiano diz que ar rarefeito na Colômbia não vai atrapalhar a equipe contra o Once Caldas, pela pré-Libertadores

O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2015 | 16h02

Para o zagueiro Gil, a altitude de 2.160 metros de Manizales não vai atrapalhar o rendimento do Corinthians nesta quarta-feira, contra o Once Caldas, pela pré-Libertadores. O time chegou à cidade na tarde de segunda-feira e terá mais de 48 horas de adaptação à altitude até o horário da partida.

"Não sentimos nada e isso vai nos ajudar bastante. Os jogadores não reclamaram e isso nos ajudará a fazer um grande jogo”, disse Gil.



Apesar de a partida desta quarta-feira ser apenas o quarto jogo oficial do Corinthians na temporada, Gil vê a equipe bem preparada para conseguir mais uma vitória. "Foi muito boa essa pré-temporada que fizemos nos Estados Unidos, pensaram que fomos para passear, mas o trabalho foi muito importante. Retornamos para o Brasil 100% e fizemos grandes jogos. Agora esperamos manter isso durante a temporada”, disse.

O Corinthians enfrenta o Once Caldas no estádio Palogrande em situação muito confortável. Após a goleada por 4 a 0 no Itaquerão, na semana passada, o Alvinegro pode perder por até 3 a 0 que se classifica. Se marcar um gol, a equipe pode sofrer até cinco.

Tite não poderá contar com o lateral-esquerdo Fábio Santos e o atacante Guerrero, expulsos no jogo de ida. Uendel vai ficar com a vaga na lateral. No ataque, Luciano, Malcom e Mendoza disputam a posição de Guerrero. Outra opção é Tite mudar o desenho tático da equipe é escalar o meia Danilo.

Se confirmar o favoritismo e avançar à fase de grupos da Libertadores, o Corinthians entrará na Chave 2, que já conta com São Paulo, Danúbio (Uruguai) e San Lorenzo (Argentina). Nesse caso, o primeiro jogo será no dia 18, contra o São Paulo, no Itaquerão.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthiansLibertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.