Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Zagueiro Gustavo Gómez já pensa em ser contratado pelo Palmeiras

Paraguaio já fez dois gols e vem conquistando espaço com Felipão no Campeonato Brasileiro

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

16 Outubro 2018 | 15h16

O zagueiro Gustavo Gómez está invicto com a camisa do Palmeiras. São 11 partidas com nove vitórias e dois empates. O bom retrospecto caminha paralelamente à conquista de espaço dentro do grupo. Escalado nos jogos do Campeonato Brasileiro, o que seria teoricamente o time alternativo, o defensor já fez dois gols. Adaptado, o paraguaio já faz planos de ser contratado pelo clube.

"Estou feliz pelo rendimento do clube. Os companheiros estão me ajudando e isso me ajudou na minha adaptação. A adaptação é mais fácil quando está com confiança, dada pelos treinadores e corpo técnico. Não nos falta nada. O clube tem tudo. Isso ajuda a que possamos render o máximo", disse o defensor em entrevista coletiva nesta terça-feira na Academia de Futebol.

"Eu quero jogar o máximo possível. E se eu jogar bastante, automaticamente, renovam o meu contrato. O trabalho feito pelo Mattos (Alexandre Mattos, diretor de futebol), o esforço dele, foi muito bom. Vou fazer um grande esforço, tenho um contrato de um ano. Tomara que possa seguir. Se jogar 50% dos jogos, meu contrato se renova automaticamente. Estou muito bem por aqui. Espero que eu possa seguir".

Gómez se refere a uma cláusula em seu contrato que obriga o Palmeiras a renovar o empréstimo do jogador com o Milan caso ele esteja em campo em pelo menos 50% das partidas até 30 de junho de 2019, quando termina o contrato. O valor para a renovação é de 2,5 milhões de euros (R$ 12 milhões). O empréstimo inicial foi fechado no valor de 1,5 milhão de euros (R$ 6,4 milhões).

Gómez está suspenso para a próxima partida, diante do Ceará, no Pacaembu, pelo acúmulo dos cartões amarelos. Na última semana, o camisa 15 foi convocado e participou de um período de treinos com a seleção de seu país, cuja seleção é dirigida por Juan Carlos Osorio. "Foi uma linda experiência poder voltar a meu país, rever meus amigos. O novo treinador foi muito claro sobre aquilo que ele quer", afirmou.

Depois de ter sido campeão paraguaio (Libertad) e argentino (Lanús), Gómez tem a chance de ser campeão com o Palmeiras. As chances do time de ser campeão brasileiro são de 68%. "Sou afortunado. Ganhei títulos em outros clubes. No lado pessoal, isso é muito bom. Não ganhamos nada, mas estamos por um bom caminho", afirmou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.