Rubens Chiri/ saopaulofc.net
Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Zagueiro Léo lamenta chances desperdiçadas pelo São Paulo: 'Falar o mínimo e trabalhar mais'

Em Chapecó, equipe tricolor empata terceiro jogo consecutivo pelo Campeonato Brasileiro

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de outubro de 2021 | 19h44

O São Paulo deixou de somar pontos importantes neste domingo diante da Chapecoense, lanterna do Campeonato Brasileiro, e o zagueiro Léo demonstrou grande incômodo após a partida com as chances desperdiçadas. O defensor evitou falar muito depois do empate por 1 a 1 e reconheceu que o momento vivido pelo time paulista é complicado.

"Temos de lamentar as chances que perdemos. É complicado este momento. É falar o mínimo possível e trabalhar mais para consertar o que hoje não deu certo", afirmou o atleta.

O time paulista dominou as ações durante quase todo o jogo, mas esbarrou na falta de criatividade. Quando conseguiu criar, desperdiçou chances importantes, inclusive com Emiliano Rigoni, que foi o autor do único gol do time na partida, num belo chute.

O atacante argentino teve duas chances claras para ampliar o placar após o seu gol, mas arriscou cavadinhas e desperdiçou ambas. No primeiro tempo, Rigoni saiu sozinho em contra-ataque, mas mandou para fora. Na segunda etapa, com mais marcação, o argentino tocou na saída do goleiro, novamente para fora.

Com empates nas últimas três partidas que fez no Brasileirão, o São Paulo fica na 13ª colocação, com 28 pontos. Antes do jogo contra a Chapecoense, o técnico Hernán Crespo afirmou que o São Paulo precisava assumir que é "superior" à Chapecoense e "ganhar os três pontos".

O time do Morumbi voltará a campo para disputar um clássico contra o Santos em casa na próxima quinta-feira, às 18h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.