Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Zagueiro marca contra, mas se redime e ajuda Itália a bater Azerbaijão

Chiellini participa dos três gols da vitória por 2 a 1, em resultado que valeu a segunda vitória da equipe nas Eliminatórias da Eurocopa

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 17h56

A Itália suou muito mais do que o esperado, mas conquistou sua segunda vitória em duas partidas disputadas pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, que acontecerá na França. Nesta sexta-feira, a seleção contou com dia de artilheiro do zagueiro Chiellini, que marcou três vezes, sendo uma delas contra, para vencer o Azerbaijão por 2 a 1, na cidade de Palermo.

O resultado deixou a equipe na liderança do Grupo H, ao lado da Croácia, que derrotou a Bulgária nesta sexta por 1 a 0, mesmo fora de casa, com o gol de Bodurov, contra. No outro jogo do dia pela chave, a Noruega venceu pela primeira vez ao bater Malta por 3 a 0, fora de casa, com gols de Daehli e King, duas vezes.

Mesmo diante de um adversário teoricamente frágil, a Itália teve muita dificuldade nesta sexta. Depois de muito pressionar, a equipe de Antonio Conte abriu o placar aos 43 minutos de jogo, quando Chiellini aproveitou escanteio batido pela esquerda e se antecipou ao goleiro para cabecear para o gol.

Mas no segundo tempo, o próprio Chiellini quase se transformou em vilão. Aos 30 minutos, após escanteio da esquerda e saída errada de Buffon, ele tocou contra o próprio gol. Mas o zagueiro se redimiria aos 36, quando aproveitou bola cruzada da direita e finalizou de cabeça para definir o placar.

A terceira rodada do Grupo H das Eliminatórias para a Eurocopa está marcada para segunda-feira. A Croácia receberá o Azerbaijão em Osijek, a Itália visita Malta na cidade de Ta''Qali e a Noruega enfrentará a Bulgária em Oslo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.