Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Zagueiro Roger Carvalho, do São Paulo, critica racismo: 'É abominável'

Defensor condena ato hostil contra cruzeirense Tinga em jogo no Peru, pela Copa Libertadores

Paulo Favero, Agência Estado

13 de fevereiro de 2014 | 19h13

SÃO PAULO - O zagueiro Roger Carvalho, do São Paulo, ficou indignado com as manifestações racistas contra o volante Tinga, do Cruzeiro, na noite de quarta-feira. "A gente sente muito quando um companheiro nosso passa por isso", disse o jogador, que lamentou o episódio no jogo da Copa Libertadores. "É preciso parar com isso de uma vez por todas, pois somos todos iguais", afirmou.

Após entrar em campo no decorrer da partida, substituindo Dagoberto, Tinga ouviu torcedores locais emitirem sons de macacos durante a derrota por 2 a 1 para o Real Garcilaso. Roger Carvalho soube das manifestações racistas e contou que já presenciou outros casos quando atuou na Europa. "Nunca ocorreu comigo, mas na Itália já vi isso acontecer com outras pessoas, até com companheiros meus. É uma coisa abominável, é preciso dar um basta nisso", comentou o jogador.

Roger Carvalho será a principal novidade do São Paulo na partida contra a Portuguesa, no sábado. Ele vai ocupar o lugar de Rodrigo Caio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e formará dupla de zaga com Antônio Carlos. Além dele, o time terá algumas alterações em relação ao time que perdeu para a Ponte Preta no último fim de semana. Luis Fabiano, poupado, volta ao ataque. Luis Ricardo assume a lateral-direita e, na esquerda, Reinaldo atua no lugar do suspenso Alvaro Pereira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCRoger Carvalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.