Zagueiro uruguaio Godín obtém cidadania espanhola

O Atlético de Madrid anunciou nesta quinta-feira que seu zagueiro Diego Godín obteve nacionalidade espanhola. Assim, o jogador uruguaio deixa de ocupar uma das vagas disponíveis para atletas extracomunitários, facilitando a chegada de jogadores estrangeiros ao clube.

AE-AP, Agência Estado

28 de julho de 2011 | 11h45

Para finalizar o processo de naturalização, Godín jurou a constituição espanhola, além de completar o trâmite para conseguir a dupla cidadania. O zagueiro deu continuidade à naturalização assim que voltou da Argentina, onde participou da campanha que deu ao Uruguai seu 15.º título da Copa América.

Por conta de uma gripe, o zagueiro pouco participou da competição. Ele foi titular de sua seleção na campanha que garantiu a quarta colocação na Copa do Mundo da África do Sul, mas desde então perdeu um pouco de espaço para Victorino, do Cruzeiro, e Coates, que despertou o interesse do São Paulo recentemente.

Godín chegou ao Atlético de Madrid para a temporada 2010/2011, depois de se destacar pelo Villarreal. Além dele, o clube possui outros três atletas sul-americanos com dupla nacionalidade: o zagueiro colombiano Perea, o lateral brasileiro Filipe Luis e o atacante uruguaio Diego Forlán.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético de MadridGodín

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.