Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Zanocelo admite incômodo no Santos com jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro

Equipe alvinegra não vence há quatro partidas e visita o Athletico-PR neste sábado, em Curitiba, pelo Brasileirão

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2022 | 15h31

O meia Vinícius Zanocelo admitiu, nesta quarta-feira, incômodo no elenco do Santos por causa do jejum de três jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro. O alvinegro de Vila Belmiro perdeu para o Goiás, empatou com o Ceará e foi derrotado também pelo Palmeiras. E não marcou gol. Mesmo assim, o time, com 11 pontos, está em nono lugar na classificação.

"É um número que incomoda bastante. Estávamos brigando pela liderança, mas ainda não nos afastamos tanto dela e vamos buscar ficar o mais próximo possível dali, pois é o que esse grupo merece e que está buscando. A gente vem batendo na trave nos jogos fora de casa. Fizemos boas apresentações, mas os resultados não vieram. Vamos terminar a semana de treinos bem para chegar lá sábado e conseguir a vitória no Paraná", disse o meia, referindo-se ao duelo com o Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 9ª rodada.

Apesar da derrota para o Palmeiras no clássico no fim de semana, Zanocelo apontou pontos positivos na equipe. "Nós fomos uma equipe muito competitiva. Enfrentamos um time que vem de títulos e vitórias, e mesmo assim fomos superiores na partida. Infelizmente, o resultado não veio, mas dá para tirar muitas coisas boas. O nosso grupo é muito forte e já demonstrou essa força diversas vezes na Sul-Americana e na Copa do Brasil."

Nem as ausência de Madson e Rodrigo Fernández, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, tiram o entusiasmo do meio-campista santista. "Independentemente de quem for jogar no lugar dos deles, tenho certeza que fará um bom papel e responderá a altura."

Além do Athletico-PR, o Santos terá pelo menos outros seis jogos em junho, válidos pelo Brasileirão e Copa Sul-Americana. No dia 7, a equipe conhecerá seu adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil. O primeiro confronto será disputado no fim do mês e a partida de volta no início de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.