Zé Augusto quer acabar com gangorra corintiana no Brasileiro

Técnico acredita que vitória contra o Palmeiras será fundamental para o time recuperar a tranqüilidade

18 de setembro de 2007 | 12h26

O técnico Zé Augusto está preocupado com a gangorra do Corinthians no Campeonato Brasileiro. O clube, que há duas rodadas sonhava com a vaga na Libertadores, agora volta a se preocupar com o rebaixamento à Série B.   Veja também: Comissão pedirá o impeachment de Alberto Dualib e Nesi Curi   Após as derrotas para Paraná e Botafogo (ambas por 1 a 0), o Corinthians caiu para o 14.º lugar, com 33, apenas dois pontos acima do próprio Paraná, primeiro dos clubes que aparece na zona de descenso.   O clássico do próximo domingo, contra o Palmeiras, no Morumbi, é visto por Zé Augusto como a grande chance para o Corinthians voltar à zona intermediária do Brasileirão e reconquistar o apoio da torcida.   "Queremos uma tranqüilidade maior para o ambiente. Os jogadores devem estar cientes da responsabilidade", explica o treinador. "Temos uma semana para trabalhar e arrumar a parte tática. Vamos formar um time consistente."   Nesta quarta-feira, o Corinthians viaja para Atibaia, onde realizará a preparação para o clássico. "É para termos maior tranqüilidade. O Brasileirão é muito perigoso. Se a gente conseguir um bom resultado, vamos sair deste momento incômodo", conta o técnico.   No primeiro turno, o Palmeiras estava numa situação complicada, mas acabou levando a melhor sobre o Corinthians. Depois da vitória, o time de Palestra Itália embalou na competição. "Vitória em clássico motiva. Temos de buscá-la", afirma Zé Agusto.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansZé Augusto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.