Zé Luiz, com trauma na coluna, não deve jogar mais neste ano

Volante são-paulino segue em observação e ainda não diagnóstico sobre o problema que teve no jogo de quinta

Giuliano Villa Nova, Estadão

05 de outubro de 2007 | 19h07

A derrota por 1 a 0 para o Flamengo, quinta-feira, no Maracanã, trouxe mais problemas para o São Paulo do que o quarto tropeço no Campeonato Brasileiro: o volante Zé Luiz, que sofreu trauma na vértebra cervical durante o jogo, deve desfalcar a equipe nos próximos meses. Com isso, o técnico Muricy Ramalho conta apenas com Fernando como reserva para a posição, que tem Hernanes e Richarlyson como titulares.Ainda na noite de quinta-feira, Zé Luiz foi submetido a exames no Hospital Pasteur, no Rio, onde ficou constatada uma pequena fissura na vértebra C1. Por isso, o jogador passou a usar um colar para proteção da coluna, e voltou nesta sexta de manhã a São Paulo, antes do restante do elenco.Na capital paulista, Zé Luiz fez novos exames. O médico do São Paulo, José Sanchez, disse que a lesão não é grave, mas aguarda o resultado dos exames feitos pelo jogador. O volante fez quatro jogos no Brasileiro, dois deles como titular, e está emprestado ao São Paulo até 31 de dezembro.É o segundo volante que o São Paulo perde por lesão, durante o Campeonato Brasileiro. Em junho, Fredson torceu o joelho direito na vitória por 1 a 0 sobre o Paraná, em Curitiba, passou por cirurgia e só volta a atuar no próximo ano. "Não podemos reclamar porque ficamos sem alguns jogadores", disse o técnico Muricy Ramalho. "Mas o caso do Zé Luiz é triste, porque a lesão foi num local complicado."O time voltou nesta sexta à tarde do Rio e neste sábado retorna aos treinos, para o clássico de domingo, contra o Corinthians, no Morumbi. O atacante Leandro, suspenso, desfalca a equipe, mas o zagueiro Miranda e o volante Hernanes, que cumpriram suspensão diante do Flamengo, voltam ao time, assim como o lateral Souza, recuperado de torção no tornozelo esquerdo.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.