Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Zé Ricardo admite Botafogo com chances pequenas de classificação

Equipe alvinegra enfrenta o Resende nesta quinta-feira, no Engenhão

Redação, Estadão Conteúdo

30 Janeiro 2019 | 21h35

O técnico Zé Ricardo reconheceu nesta quarta-feira que o Botafogo tem chances remotas de se classificar às semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. Nesta quinta, o time alvinegro tenta sua primeira vitória na competição, contra o Resende, no Engenhão.

"Penso que é difícil a classificação, mas ela passa por uma vitória amanhã [quinta]. Ter o controle do jogo o máximo possível para que possamos alcançar o nosso objetivo, que é vencer. A torcida tem razão de estar chateada. Estamos trabalhando muito e não gostaríamos de estar passando por isso", comentou.

Zé Ricardo disse que não esperava que o início do Botafogo na temporada fosse tão difícil. O time ainda não venceu em 2019. Tem apenas um ponto e dois gols no Estadual, na última colocação do Grupo C, a cinco pontos do Boavista, o atual segundo colocado - somente os dois primeiros avançam às semifinais.

"Estamos passando por uma reestruturação, um recomeço que está sendo mais difícil do que esperávamos. Acreditamos no nosso potencial e logicamente que sem os resultados a confiança nossa e da torcida fica abalada. Com mais dois ou três atletas para chegar temos condições de formar um elenco forte", afirmou o treinador, ao cobrar reforços no elenco.

Apesar dos lamentos, Zé Ricardo demonstrou confiança aos atacantes do time, que estão decepcionando neste início de competição. "O que estamos fazendo agora é dar muita moral para o Kieza e Igor Cássio, que são os caras que ficaram e também reforçar o elenco não só nessa posição", disse o treinador, citando ainda a saída de Aguirre, de volta à Udinese.

Zé Ricardo também admitiu preocupação com o meio-campo botafoguense, que está desfalcado de João Paulo, lesionado. "Talvez seja o setor que mais tenha tido mudanças. As ausências de Léo Valência e Marcos Vinicius. Sem dúvida aonde temos quebrado a cabeça e buscado alternativas. Temos que buscar isso e estou otimista que as coisas vão melhorar", declarou.

Sem confirmar o substituto de João Paulo, indicou duas possibilidades: "ainda estamos estudando seu substituto. Temos o Alan Santos, o Rickson. Vamos avaliar e temos esse treino de hoje para avaliarmos".

 

 

Mais conteúdo sobre:
BotafogoZé Ricardofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.