Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Zé Ricardo avisa que Flamengo deve 'poupar um ou dois' jogadores na final

Comandante sofre para escalar equipe por conta de sequência de jogos importantes

O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2017 | 15h15

O Flamengo viverá nas próximas semanas uma série de decisões. Por isso, a ordem é administrar o elenco da melhor forma possível, para evitar lesões e levar a campo quem está em melhor forma física. Neste domingo, por exemplo, o time rubro-negro provavelmente poupará algumas peças, mesmo entrando em campo para um clássico diante do Fluminense no confronto que abrirá a decisão do Campeonato Carioca, no Maracanã.

"Muito provavelmente pouparemos um ou dois jogadores para essa partida. A ideia é ter força máxima contra o Fluminense, até porque esse é um título muito importante para mim, para os jogadores e para a torcida", declarou o técnico Zé Ricardo em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O Flamengo decidirá o Carioca com o Fluminense nos dois próximos finais de semana. Na quarta-feira que vem, porém, a equipe terá outro confronto decisivo, contra a Universidad Católica, desta vez pela Libertadores, competição pela qual foi derrotado pelo Atlético-PR na última quarta, em Curitiba. Diante desta sequência de jogos importantes, Zé Ricardo vem enfrentando dificuldades para escalar o time.

"É difícil a gente fazer uma análise mais profunda do calendário do futebol brasileiro. Temos equipes disputando até quatro competições diferentes. Se não tiver isso programado com certa antecedência, você acaba até se confundindo em termos de regulamento. A maioria das equipes acabam formando um elenco grande, porque precisam estar preparadas para todas elas", disse o técnico rubro-negro.

Sobre os possíveis nomes poupados no fim de semana, Zé Ricardo preferiu não citar nomes, mas a possibilidade de Berrío herdar uma vaga no ataque é grande. O colombiano não vem atuando na Libertadores por causa de uma suspensão e, por isso, encontra-se em melhor forma física do que alguns de seus concorrentes.

"O Berrío é um atleta que, em pouco tempo que está aqui, se mostrou extremamente profissional. Não temos nenhum tipo de problema quando ele joga ou não. Ele se prepara muito, sempre utilizando o que tem de melhor, que é a velocidade. É certamente uma possibilidade começando ou entrando durante as partidas", despistou Zé Ricardo. O treinador também falou sobre a possibilidade de contar com o zagueiro Donatti e o meia Éverton, que se recuperaram de lesões. "Éverton fez a primeira parte do nosso treino, conforme estava previsto, e terminou a atividade na academia. Se ele não apresentar nenhum resquício das lesões, vai para o jogo. O Donatti voltou a sentir um probleminha e estamos tomando os cuidados para que ele possa se recuperar perfeitamente. Amanhã, o departamento médico dirá se ele poderá ou não ser relacionado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.