EFE
EFE

Zé Ricardo confirma voltas de Guerrero e Trauco, mas mantém dúvidas no Flamengo

Peruanos retornam ao rubor-negro em clássico diante do Fluminense, domingo, no Maracanã

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2017 | 20h10

O técnico Zé Ricardo confirmou nesta sexta-feira os retornos do centroavante Paolo Guerrero e do lateral-direito Miguel Trauco ao Flamengo para o clássico contra o Fluminense, domingo, às 16h, no Maracanã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois voltam ao time após defenderem a seleção peruana.

O treinador, no entanto, manteve duas dúvidas na formação titular. Ele não revelou se Juan voltará a compor a zaga com Réver ou se manterá Rafael Vaz, titular na vitória sobre a Ponte Preta por 2 a 0, na última quarta-feira.

Outra dúvida que o treinador mantém é para o setor de meio-campo. O volante Willian Arão, que ficou no banco de reservas nos dois últimos jogos, pode voltar. Mas a tendência é que ele repita a dupla de volantes formada por Marcio Araujo e Cuellar.

"Tenho praticamente o time todo definido. Temos a volta do Trauco e do Guerrero, que irão jogar. Tenho dúvidas em duas peças que ainda não defini se mantenho ou se faço trocas. Amanhã o treino será muito importante para isso", afirmou o treinador.

Zé Ricardo espera que o Fla-Flu ajude o time rubro-negro a manter o bom momento e assim não perder as primeiras colocações de vista. No entanto, destacou que o adversário é uma equipe bem organizada e com grande poderio ofensivo.

"São atletas leves, habilidosos. Como foi feito nos últimos encontros contra o Fluminense, teremos atenção especial com esses atletas. Ainda temos amanhã para prepararmos a equipe, com todo mundo em campo trabalhando. Será um jogo importante para a equipe não só para retomarmos a boa sequência, mas para subirmos na tabela", afirmou.

Por fim, o treinador comemorou a extensão do contrato do zagueiro Réver. O Flamengo informou nesta sexta-feira que renovou por dois anos o contrato de empréstimo junto ao Internacional. Com isso, o jogador de 32 anos permanecerá no time rubro-negro até o fim da temporada 2019.

"É um atleta que se identificou muito com o clube, não à toa é o nosso capitão. Ele tem um papel fundamental dentro de campo pela sua liderança, pela sua capacidade, e também fora de campo ajudando os mais jovens. Toda vez que precisamos de uma palavra no vestiário, ele está sempre falando. É um líder na acepção da palavra", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoZé Ricardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.