Zé Ricardo contém euforia após Fla golear: 'Temos de confirmar resultado no Rio'

Rubro-negro venceu o Palestino por 5 a 2, pela Copa Sul-Americana

Estadão Conteúdo

06 de julho de 2017 | 09h38

Embora o Flamengo tenha conquistado uma vantagem enorme para o confronto de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana ao golear o Palestino por 5 a 2, na noite desta quarta-feira, no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, o técnico Zé Ricardo procurou conter a euforia ao projetar o novo duelo que fará contra o time chileno, no dia 9 de agosto, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio, onde tem tudo para confirmar a sua vaga para a próxima fase da competição continental.

Curiosamente, todos os sete gols da partida desta quarta foram marcados no segundo tempo, que acabou sendo eletrizante depois de uma primeira etapa em que os times não conseguiram engrenar. O treinador flamenguista até brincou, em entrevista coletiva, ao comentar que as temperaturas baixas na noite da capital chilena colaboraram para que o futebol também "congelasse" na primeira metade do duelo.

"Acredito que tivemos uma vitória merecida. Com o frio ficamos um pouquinho 'congelados' no início, mas no segundo tempo aceleramos. A gente queria o gol fora de casa. Não esperávamos que saíssem sete gols, os deles acabaram saindo em falhas individuais. O fato é que temos uma boa vantagem, mas o desafio está aberto e temos que confirmar o resultado no Rio de Janeiro. Vamos respeitar muito nosso adversário e trabalhar para fazermos outra grande partida no jogo de volta", ressaltou o comandante rubro-negro.

Já o zagueiro Rafael Vaz comemorou o fato de que marcou nesta quarta-feira o seu primeiro gol com a camisa do Flamengo neste duelo realizado no Chile. Para o defensor, balançar as redes acabou sendo um alívio, pois ele admitiu que estava ansioso para também mostrar eficiência também no setor ofensivo.

"Já estou aqui há um ano e todo mundo cobra, eu me cobro muito, e esse gol não saía. Estamos trabalhando muito e tenho que agradecer a todos pela confiança, pois sem eles não estaria aqui. Estou muito feliz por ajudar o time a sair com a vitória", comemorou o jogador, que marcou o seu primeiro gol pelo Flamengo antes de encarar neste sábado, em São Januário, pelo Brasileirão, o clássico contra o Vasco, clube que defendeu entre 2013 e 2016 antes de se transferir para o rival dos cruzmaltinos.

"Estou muito feliz no Flamengo. Tenho certeza de que será uma grande partida e, quem sabe, eu consiga ajudar meus companheiros a sairmos com um resultado positivo em São Januário. Os dois times estão bem no campeonato. Aqui é Flamengo, então precisamos colocar nosso ritmo e fazer sempre o melhor", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.