Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Zé Ricardo descarta escalar Berrío como titular do Flamengo no clássico

Colombiano fez gol na estreia, mas terá de esperar um pouco mais

Estadao Conteudo

10 Fevereiro 2017 | 15h06

O colombiano Orlando Berrío mostrou ter estrela em sua estreia pelo Flamengo. Na quarta-feira, entrou no segundo tempo e marcou um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, pela Copa da Primeira Liga. Apesar da boa impressão deixada logo de cara, o atacante ainda não será titular do time rubro-negro no clássico com o Botafogo, domingo, pelo Campeonato Carioca.

"Ele ainda não se encontra na melhor condição. No jogo passado, ele atuou somente por 30 minutos e mesmo assim sentiu um desgaste muito grande. Vamos avaliar melhor as condições dele, mas havendo a possibilidade, ele será aproveitado durante o jogo", explicou o técnico Zé Ricardo nesta sexta.

Berrío foi contratado junto ao Atlético Nacional para atuar como ponta, pelos lados do campo, mas sua capacidade de marcar gols já faz Zé Ricardo cogitar escalá-lo como centroavante. "Ele pode jogar onde está atuando o Mancuello ou mais à frente. Temos algumas opções", comentou.

O bom início de Berrío se assemelha ao do lateral peruano Trauco, outro reforço contratado para esta temporada que marcou logo em sua estreia e vem tendo sucesso. Segundo o treinador rubro-negro, o bom ambiente no Flamengo é fundamental para esta rápida adaptação, mas uma peça do elenco em especial tem sido importante neste quesito.

"O pessoal de fora chegando e se adaptando se deve pelo fato do bom ambiente que temos aqui. Realmente temos um grupo que gosta de trabalhar e estar junto. O Flamengo também oferece uma condição muito boa para que eles possam estar bem aqui no clube. Temos a felicidade de ter o Rodinei, que está sempre brincando com eles, traduzindo tudo. De uma forma ou de outra, isso acaba dando um bom ambiente para nós", disse.

Nesta sexta, Zé Ricardo comandou treino no Ninho do Urubu e indicou que escalará o Flamengo com força máxima para o clássico, mas, depois, explicou que só vai definir a equipe no sábado. "Tivemos um trabalho tático, observamos algumas situações, mas foi um trabalho bem curto, pois ainda estávamos em trabalho regenerativo. Amanhã pela manhã finalizaremos a preparação para o jogo."

Mais conteúdo sobre:
futebolFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.